Como cuidar da saúde mental na quarentena

Começar 2020 enfrentando a pandemia de Covid-19 não estava nos planos de ninguém. Entretanto, a doença chegou ao Brasil no início do ano e, no final de julho, o país completará 4 meses de isolamento social, como recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Nesses tempos incertos, é comum que as pessoas tenham dificuldades para se adaptar à nova realidade. Quando isso acontece, o cotidiano pode ficar estressante tanto para a pessoa quanto para aqueles que convivem com ela.

Então, para que esse período não fique ainda mais difícil, é fundamental cuidar da saúde mental na quarentena e do convívio familiar. Caso não tenha certeza de como fazer isso, continue lendo o nosso post para descobrir como enfrentar esse momento de maneira mais leve e com saúde. 🤓

Dicas para cuidar da saúde mental e da família na quarentena

1. Tenha uma rotina

A rotina de todos sofreu uma enorme alteração durante a quarentena. Afinal, os filhos estão estudando em casa, alguns pais também estão trabalhando sem ir ao escritório e os passeios pela cidade e viagens foram adiados.

Como a mudança foi grande e muito brusca, uma das recomendações para manter a saúde mental na quarentena é estabelecer uma nova rotina. É importante atentar-se ao fato de que você deve criar uma nova rotina e não tentar adequar a antiga.

Isso é fundamental porque não é possível manter os afazeres antigos e os novos igualmente. Agora, tudo é feito em casa, desde trabalhos, estudos e momentos de lazer. 

Para estabelecer uma rotina nessa nova realidade, você deve definir horários para suas tarefas, como acordar, fazer refeições, trabalhar e descansar. Lembre-se de não ficar de pijamas o dia todo, pois isso pode prejudicar sua produtividade.

Outras ações positivas são: separar um ambiente para trabalhar (e só ficar lá realmente nos horários de serviço) e vestir roupas confortáveis. Como seus filhos também estão estudando em casa, incentive-os a criar uma rotina para aproveitarem melhor os dias e manterem a saúde mental.

2. Mantenha-se ativo mesmo dentro de casa

Ao ficar sem sair de casa é normal que as pessoas se tornem mais sedentárias do que eram antes. Porém, lembre-se de que não é recomendável ser muito sedentário e, por isso, é importante manter-se ativo. Sendo assim, procure exercícios físicos que possam ser feitos em casa e coloque-os em sua nova rotina.

Além disso, é importante também encontrar formas de manter sua mente ativa. Algumas atividades que podem ajudar nessa área são: cozinhar, montar quebra-cabeças, fazer artesanato e até auxiliar os filhos nos estudos.

Essa tarefa é uma opção interessante, pois ajudando os filhos nas tarefas, você se mantém ativo e ainda auxilia seus filhos com suas novas rotinas. 📅

3. Use a tecnologia para matar a saudade de pessoas queridas

Uma das partes mais difíceis de ficar em isolamento social é a saudade de pessoas queridas, como familiares e amigos. Felizmente, há uma grande aliada para aliviar esse sentimento: a tecnologia.

Atualmente, com as ferramentas de comunicação digital, é possível fazer chamadas de vídeo capazes de matar um pouco da saudade que sentimos das outras pessoas. Então, aproveite essas ferramentas e não deixe de ligar ou fazer chamadas de vídeo com seus familiares e amigos.

Essa atividade é essencial para manter a saúde mental na quarentena, porque ela faz com que você se divirta, relaxe e se sinta mais próximo dessas pessoas. Lembre-se de incentivar os seus filhos a fazerem o mesmo com amigos ou primos queridos, pois eles com certeza também estão sofrendo com o distanciamento social. 👨‍💻

4. Realize atividades em família

Apesar de a quarentena ser um momento difícil para todos, é possível aproveitar o tempo extra em família que ela proporciona. Os momentos de diversão e relaxamento com a família são essenciais, pois melhoram a saúde mental na quarentena, tanto dos pais quanto dos filhos.

Pense em atividades que vocês já faziam antes para se divertir ou até procure novos passatempos para curtirem juntos. Vocês podem jogar jogos de tabuleiros, montar quebra-cabeças em conjunto ou apenas conversar no final do dia sobre a rotina.

Na hora de escolher as atividades, lembre-se da faixa etária dos seus filhos e de perguntar para eles o que gostariam de fazer nesse tempo livre.

A tecnologia pode ser, novamente, uma grande aliada. Ela fornece vários filmes, séries e até jogos para pessoas de todas as idades. Assim, você e sua família podem assistir a um filme juntos ou até encontrar um jogo que agrade a todos.

Contudo, lembre-se de outras formas de lazer disponíveis e tente não utilizar sempre a tecnologia, independentemente da idade dos seus filhos. Mesclar as atividades é importante para que todos interajam sem depender da tecnologia e beneficiem-se de formas de entretenimento distintas. 🧩

5. Separe momentos para ficar sozinho

Realizar atividades em família para cuidar da saúde mental na quarentena é tão importante quanto respeitar os seus momentos mais introspectivos. Sendo assim, não deixe de reservar períodos para ficar a sós. Você pode aproveitar esses momentos para fazer exercícios físicos, escutar música ou somente descansar e refletir sobre o que se passa na sua cabeça.

Para que as crianças entendam a importância desses momentos e não os interrompam, é essencial conversar com elas. Lembre-se, ainda, de que também é fundamental perguntar para elas como estão se sentindo. Talvez elas precisem de períodos sozinhas e não saibam disso. 👥

Essas tarefas vão fazer toda a diferença em seu dia a dia e de sua família, já que o convívio familiar não será prejudicado. Ele será, inclusive, aprimorado, se todos realizarem as atividades dessa lista, pois elas são grandes aliadas para manter a saúde mental durante a quarentena.

Então, comece logo a colocar essas dicas em prática para enfrentar esse período de uma forma mais leve. E, caso você ainda não saiba como lidar com o homeschooling durante a quarentena, leia nosso outro post aqui do blog! 😉

Ensino Fundamental 1 - do 1º ao 5º ano

Ensino Fundamental 1 – do 1º ao 5º ano

O ingresso no Ensino Fundamental é um momento desafiador não só para o aluno, por estar se aproximando de um novo universo de conhecimentos e experiências, mas também para os familiares, que necessitam apoiar a criança na transição da Educação Infantil para o Ensino Fundamental. O Colégio Geração desenvolve atividades e propicia um ambiente escolar que auxiliam o aluno no processo de adaptação a esta nova etapa.

Conheça nosso projeto pedagógico para alunos do Fundamental 1 →

17/07/2020
Fernando Barcellos