Meu filho está desmotivado, e agora?

Sentir-se motivado não é algo tão fácil quanto parece. É preciso muita persistência e paciência, já que nossos objetivos não costumam ser alcançados de imediato. Definir metas alcançáveis é importante, pois assim evitamos grandes frustrações. Começar aos poucos é o aconselhável.

Traçamos objetivos conforme o que desejamos para o nosso futuro. Os jovens também precisam ter suas metas, sendo definidas da mesma forma, mas claro, com dimensões diferentes de quando adultos. Incentivá-los a ter objetivos é um passo importante para mantê-los motivados.

Se você acha que seu filho está desmotivado, tenha calma, afinal, ele está passando por um período de desenvolvimento e mudança. Por ser tão jovem, não significa que não possa sentir-se para baixo de vez em quando. Já passamos por isso e sabemos que é uma fase cheia de oscilações hormonais e cada pessoa tem seu tempo de adaptação.

Quando nos encontramos em uma encruzilhada, é realmente difícil saber qual direção seguir. Isso acontece pois queremos sempre o melhor para nós mesmos. Então, não culpá-los por sentir medo ou dúvida já é um início. Tente deixá-los confiantes de que estão dando um passo correto. Incentivar e respeitar o espaço dos filhos é essencial!

Quando a motivação começa a querer desaparecer é preciso ter motivos para seguir em frente. E possuir objetivos faz TODA diferença em momentos como esse! Focar no que queremos é uma forma de continuar tentando. Com medo ou não, devemos aprender a lidar com os desafios da vida. Converse com seus filhos e ensine que, em momentos de desmotivação, o melhor a se fazer é focar nas coisas boas. Deixe claro para seus filhos que está tudo bem, a vida é feita de altos e baixos e não devemos nos prender aos momentos ruins que passamos!

Isso não é algo que acontece somente com adolescentes. Por mais incomum que possa parecer, crianças também passam por seus momentos de desmotivação. É tanta informação nova para associar e entender, que isso pode ser um fator influenciável no ânimo e até mesmo nos estudos.

“Meu filho está desmotivado, como ajudá-lo?” Continue lendo e saiba como!

Como ter motivação?

Primeiramente, é importante entender a origem da desmotivação. Você já parou para analisar?

Muitas vezes, a desmotivação nasce de um problema ou uma dificuldade, podendo ser por coisas simples ou não. Para as crianças, a dificuldade de tocar um instrumento musical ou tirar uma nota baixa na escola já é suficiente para a desmotivação. Isso é algo compreensível, uma consequência da criança ter se deparado com algo que a separa de seu objetivo.

Por mais que a dificuldade aparente ser boba, procure tomar cuidado com o que e como você fala. Se seu filho está desmotivado, palavras negativas puxar para baixo e ter resultados contrários aos desejados. Ao invés de críticas, que tal ajudá-las no processo de descoberta de seus objetivos? Ajude-as a identificar o que desejam alcançar, e como alcançar.

Crianças também têm objetivos, porém, mais simples, como passar de ano. Ajude-as da mesma forma. Tente fazê-las questionarem-se sobre o que desejam conquistar. Após isso, pergunte como pretendem atingir o objetivo desejado e, caso não saibam, explique como você acredita ser possível chegar lá.

Como saber se meu filho está desmotivado?

Alguns sinais de desmotivação são fáceis de ser identificados. É preciso manter-se atento ao comportamento dos filhos. Esses comportamentos indicam quase tudo que se passa em suas vidas. Alguns sinais de que seu filho está desmotivado são:

→ não quer fazer as atividades da aula;

→ fica emburrado, aparentemente sem motivo;

→ não quer conversar;

→ evita ficar perto das pessoas;

→ parece que nada lhe agrada;

→ demonstra cansaço frequentemente.

Ao perceber que seu filho está desmotivado, passando por um momento ruim, dedique um pouco de seu tempo para motivá-lo. Converse sobre a importância da dedicação para alcançar determinado objetivo. Mostre como a força de vontade é essencial no dia a dia, assim como a persistência. Conte algum objetivo que você conseguiu alcançar, apesar das dificuldades.

Desafios no caminho devem ser bem-vindos, pois nos fazem crescer e amadurecer. Normalmente é diante dos grande desafios que aprendemos as maiores lições de nossas vidas. É normal surgir o sentimento de frustração quando nos deparamos com algo que não estava nos planos, mas isso faz parte da vida. Um processo é feito de etapas e talvez encontrar uma pedrinha no caminho seja uma delas.

Algumas dicas para ajudar seu filho a ter mais motivação

→ Prática de esportes: são excelentes aliados no processo de motivação. A prática de atividades físicas é responsável pela produção e liberação de endorfina. Essa substância química é essencial para o nosso humor, regulação do sono, melhor desempenho em atividades e por aí vai;

→ Alimentação adequada: assim como a prática de esportes influencia diretamente em nosso corpo e mente, ter uma alimentação apropriada também é fundamental. A alimentação reflete em nossa disposição para as tarefas cotidianas, ajuda a adquirir mais concentração, melhora a memorização para os estudos, dentre outros benefícios;

→ Atitude otimista: procure transmitir otimismo aos seus filhos, utilizando palavras incentivadoras e fazendo elogios quando eles conseguem concretizar algo, mesmo que simples, como finalizar uma atividade da escola;

→ Exemplo: sempre que você estiver na presença de seus filhos, tenha em mente que suas atitudes influenciarão a formação deles. Tente sempre inspirá-los pelo exemplo, sendo a imagem que você gostaria que seus filhos seguissem;

→ Rotina: muitas vezes a desmotivação é resultado da falta de rotina. Determinar uma rotina para a criança é lhe ensinar a ter um compromisso diário com seus afazeres. Isso é algo que pode ajudá-la muito na busca por motivação para conquistar seus próprios objetivos;

→ Reconheça as coisas boas: reconhecer os acertos e vitórias é um ato importante para a motivação. Mas isso não significa agir de forma negativa com os erros, mas sim, apontá-los de maneira delicada e aconselhá-los para evitar que se repitam.

Para finalizar, uma frase de reflexão que ajuda bastante nos momentos em que a desmotivação surge.

Podemos utilizá-la para refletir sobre os nosso objetivos de vida e os obstáculos que precisamos vencer. Que a frase também possa ter esse efeito positivo em sua vida e na da sua família.

“A persistência é o caminho do êxito”

Charles Chaplin

Nos acompanhe no Facebook!

15/04/2019
Jade Zart