O que é educação socioemocional e como introduzimos ela no Ensino Fundamental?

Pare um pouco para pensar: depois de casa, qual é o lugar em que as crianças mais passam o seu tempo? Você deve ter chegado à conclusão de que este lugar é a escola. Mas as crianças não “passam o tempo” lá, simplesmente.

A escola, instituição que tem como papel a educação dos nossos filhos, é um ambiente complexo, em que, além do conhecimento acumulado pela Humanidade ao longo da história, circulam outros saberes, muitas vezes implícitos, mas que têm impacto sobre a vida de todos aqueles que nela convivem .

Com o passar do tempo, a escola foi incumbida não apenas da missão de ensinar os conteúdos tradicionais, mas de ser um espaço formador para a vida. E é natural que, explícita ou implicitamente, isso aconteça. Não tem como ser diferente: na escola, além dos conteúdos das matérias, estabelecem-se relações entre outras pessoas, são aflorados aspectos da personalidade que em casa não teriam espaço para se manifestar, constroem-se laços de amizade entre as crianças, compreendem-se as relações de hierarquia combinadas entre alunos e professores. Durante esse processo, as crianças vão conhecendo a si mesmas, os outros e o funcionamento do mundo ao seu redor. 

Ao longo da vida, não somos indiferentes ao que acontece conosco. E isso começa lá na infância. Situações como conflitos entre os colegas, frustração por conta de mau desempenho em uma avaliação, respeito a quem zela pela limpeza do ambiente onde estamos, bem como empatia por aqueles que vivem uma realidade diferente da nossa, perseverança nos nossos projetos e orgulho das nossas conquistas são temas que fazem parte da nossa vida muito antes de nos darmos conta conscientemente disso.

O fato é que, com um olhar atento, percebemos que toda a comunidade escolar é educadora. Desde o “bom dia” ao porteiro e aos inspetores logo na entrada da escola, os grupos que se formam entre as crianças na hora do recreio, o pacto por silêncio na biblioteca para que todos consigam se concentrar nas suas leituras, todas essas vivências contribuem ativamente para o desenvolvimento dos estudantes e do seu lugar no mundo.

Por essa razão, acreditamos na importância da educação socioemocional também estar contemplada no currículo das escolas do século XXI. Somente assim daremos conta da integralidade dos aspectos que contribuem para a formação de um sujeito mais bem-preparado para lidar consigo mesmo e com a sociedade.

Vamos juntos entender o que é a educação socioemocional e a proposta que serve como base para o Colégio Geração? Continue a leitura!

O que é educação socioemocional?

A educação socioemocional é um tema que tem sido pesquisado por estudiosos de diversas áreas desde a década de 1990. No entanto, foi mais recentemente que essa proposta chamou a atenção da comunidade escolar, principalmente com a sua inclusão na Base Nacional Comum Curricular – a BNCC -, homologada em 2018. Mas do que ela se trata? 

Basicamente, ao abordarmos a educação socioemocional, entendemos que a escola também possa contemplar em seu currículo projetos que promovam, além dos conhecimentos curriculares tradicionais, o desenvolvimento intencional da inteligência emocional e das habilidades socioemocionais, como proatividade, perseverança, criatividade e pensamento crítico.

O mundo e as relações que estabelecemos nele e com ele são extremamente complexas. A educação socioemocional procura mostrar isso também no dia a dia da escola, aliando o conhecimento tradicional às habilidades citadas acima.

Assim, os alunos encontrarão um alicerce bem fundamentado e irão se sentir mais seguros ao tomarem decisões e encontrarem caminhos para o seu cotidiano e o seu futuro. Os conflitos intra e interpessoais também serão mediados de forma mais leve, crítica e autônoma emocionalmente.

Educação socioemocional na prática

Conforme dito anteriormente, a educação socioemocional é prevista inclusive na BNCC. Trata-se de um documento que deve nortear os currículos de todas as escolas. Compreendida a importância do tema, surge a dúvida: como implementar a educação socioemocional na prática?

Para isso, o Colégio Geração, assim como mais de outros 300 colégios ao redor do Brasil, fechou uma parceria com o LIV – Laboratório Inteligência de Vida para o ensino fundamental. Ele oferece um currículo exclusivo para nortear a criação de um pilar socioemocional nas escolas, construído com a contribuição de diversos especialistas em pedagogia, psicologia e neurociências, com vistas a promover essas habilidades entre os alunos intencionalmente, por meio de atividades com começo, meio e fim, de acordo com a faixa etária de cada turma.

As aulas que enfocam o desenvolvimento socioemocional dos estudantes configuram-se como espaços de fala e escuta: estimulam-se atividades que  visam, sobretudo, à reflexão, ao debate, à empatia, ao questionamento e à proatividade nos mais diversos campos da vida do aluno.

Entre os benefícios da adesão ao LIV, encontram-se: preparação para o futuro, desenvolvimento da estabilidade emocional, melhora do desenvolvimento cerebral e contribuição para uma educação de mais qualidade. Confira outros detalhes sobre o LIV clicando aqui.

LIV no ensino híbrido

A pandemia do novo coronavírus, em 2020, alterou drasticamente a rotina nas escolas e a forma como a educação era concebida por muitos pais, alunos e professores. Com a necessidade do distanciamento social para a prevenção do contágio, deixamos de nos encontrar fisicamente por um longo tempo e passamos a nos ver somente pelas telinhas. 

Em 2021, apesar do início da vacinação no Brasil ainda em janeiro, boa parte do ano será marcada pelos efeitos da pandemia. Por isso, apostamos no ensino híbrido, mesclando atividades presenciais e online durante o ano letivo.

Nesse contexto, a equipe pedagógica do LIV preparou novos materiais para os alunos, professores e escola. Eles são adaptados a essa nova realidade. Portanto, incluem sugestões de dinâmicas online de que podem, inclusive, participar toda a família. Estão incluídos jogos, projetos e seriados audiovisuais. ‍

Proposta pedagógica 

Existe um aspecto de toda escola que deve ser muito bem analisado pelos pais: a proposta pedagógica. Nós, do Colégio Geração, debruçamo-nos sobre a proposta pedagógica do LIV antes de aderirmos ao programa. Resumidamente, conforme o site do LIV:

“O Programa LIV acontece uma vez por semana dentro da grade curricular, contribuindo para a formação de um cidadão mais completo para os desafios do século XXI. Os nossos materiais promovem a reflexão, o debate, a escuta, a investigação e o questionamento, não existindo respostas ‘corretas’ ou ‘esperadas’. A partir de um planejamento pedagógico estruturado, o LIV tem a preocupação de sempre dialogar com a linguagem e os interesses dos alunos, com um currículo desenvolvido pensando nas particularidades de cada faixa etária”

Legal, não é mesmo? Para o ensino fundamental, são pautadas seis habilidades principais, sendo elas: perseverança, criatividade, comunicação, proatividade, pensamento crítico e colaboração.

Como o programa contribui para ampliar a comunicação entre escolas e famílias?

O diálogo entre escolas e famílias é um dos principais pontos positivos ressaltados pelos diretores das escolas que aderiram ao LIV. A intensificação da comunicação dos educadores com os responsáveis mostra que o envolvimento das famílias na educação das crianças deve ser estimulado com frequência e traz benefícios para cada um dos agentes envolvidos.

A melhora da relação em casa, mais entendimento com os filhos, conscientização do papel da escola na vida de todos e participação ativa das famílias na educação das crianças são retornos que chegam dos pais aos colégios que passaram a integrar o LIV. ‍‍‍

Ensino Fundamental 1 - do 1º ao 5º ano

Ensino Fundamental 1 – do 1º ao 5º ano

O ingresso no Ensino Fundamental é um momento desafiador não só para o aluno, por estar se aproximando de um novo universo de conhecimentos e experiências, mas também para os familiares, que necessitam apoiar a criança na transição da Educação Infantil para o Ensino Fundamental. O Colégio Geração desenvolve atividades e propicia um ambiente escolar que auxiliam o aluno no processo de adaptação a esta nova etapa.

Conheça nosso projeto pedagógico para alunos do Fundamental 1 →

08/03/2021
Gabriel Walter Fuchsberger