O Novo Ensino Médio: a maior mudança na educação nos últimos 20 anos

Provavelmente você já ouviu falar que o ensino médio está mudando. Previsto no Plano Nacional de Educação de 2014, o Novo Ensino Médio surgiu depois de mudanças na Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB), das novas Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Médio (DCNEM) e da elaboração de mudanças para o Ensino Médio da Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

Em fevereiro de 2017, foi sancionada pelo ex-presidente Michel Temer a reforma do ensino médio, que terá uma parte obrigatória a todas as escolas e outra parte mais flexível.

Entretanto, na prática, ainda levará um tempo para que alunos, pais e o sistema educacional como um todo percebam essas mudanças. A previsão é que até 2022 as escolas ampliem sua carga horária e comecem a adaptar-se o plano educacional proposto para novo ensino médio.

Neste artigo, falaremos mais sobre o Novo Ensino Médio, a maior mudança na educação nos últimos 20 anos. Acompanhe.

O que é o Novo Ensino Médio?

A Lei nº 13.415/2017, alterou, conforme mencionado, a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB), estabelecendo, dessa forma, uma mudança na estrutura do ensino médio, denominada como o Novo Ensino Médio.

A principal característica do Novo Ensino Médio é ampliar de forma progressiva a carga horária mínima que o estudante permanece na escola, passando de 2.400 horas para 3.000 horas. Nessa nova carga horárias, 1.200 horas devem ser destinadas às disciplinas escolhidas pelo próprio aluno – para que aprofunde seus conhecimentos em áreas relacionadas às suas predileções – enquanto o restante refere-se à carga horária de disciplinas obrigatórias de acordo com BNCC, correspondente a 1.800 horas.

Além da ampliação da carga horária mínima dos estudantes, o Novo Ensino Médio tem como objetivo também promover uma nova organização curricular. As novas diretrizes possibilitam que o próprio estudante decida o que deseja estudar, com maior flexibilidade e enfoque nas áreas de interesse dos estudantes, visando a formação técnica e profissional deles.

O Novo Ensino Médio, portanto, é caracterizado como um novo modelo educacional que busca possibilitar aos estudantes a oportunidade de desenvolver suas habilidades, se preparando para uma vida fora da escola.

O projeto quer realmente ampliar o acesso dos jovens à educação de qualidade, aproximando, deste modo, a escola ao máximo de sua realidade, considerando os aspectos do mundo profissional e também da vida em sociedade. Dessa forma, a escola deixa de ser uma realidade à parte na vida do estudante, tornando-se uma ponte de oportunidades para maiores chances de desenvolvimento e sucesso na vida profissional.

O que é a Base Nacional Comum Curricular (BNCC)?

A Base Nacional Comum Curricular é parte fundamental para a “reforma” do ensino médio. Afinal, ela é uma espécie de guia que norteia e estabelece o currículo da educação básica para todas as escolas do país, públicas e particulares. Aliás, a implantação do Novo Ensino Médio só será possível em razão da aprovação da BNCC.

É a Base Nacional Comum Curricular quem traz os conhecimentos essenciais, as referências e disciplinas de aprendizagens obrigatórias para crianças e jovens, sempre considerando cada etapa da educação básica. O seu principal objetivo é proporcionar a elevação da qualidade do ensino em todo o país, por meio de uma base curricular obrigatória para todas as escolas de ensino básico.

Índice de Aprovação na UFSC - 10 melhores colégios de Floripa

Índice de Aprovação na UFSC – 10 melhores colégios de Floripa

Gostaríamos de agradecer e parabenizar toda a equipe de professores, coordenadores, psicólogos, diretores e, acima de tudo, aos nossos alunos aprovados no Vestibular UFSC 2018, que não são poucos!!! A vida é uma troca de conhecimentos e vocês nos mostraram que são os melhores. Neste ano conquistamos juntos 2º Melhor índice de Aprovação no Vestibular UFSC 2018 dentre as Escolas Particulares de Florianópolis e, nesta conquista, somos todos merecedores.

Conheça os 10 colégios com melhor índice de Aprovação na UFSC →

Quais são as principais mudanças do Novo Ensino Médio?

O primeiro aspecto que caracteriza a mudança no ensino médio, sem dúvida, é o direito de aprendizagem a todos. Isso significa que dentro do Novo Ensino Médio todos os estudantes terão direito de aprender o básico e o essencial para que possam seguir suas vidas depois da escola e continuar se desenvolvendo independente do local onde estiverem estudando. 

A pretensão é que os alunos consigam, na prática, acompanhar qualquer conteúdo mesmo que precisem mudar de escola, o que nem sempre acontece nos dias de hoje. Atualmente, os estudantes que trocam de colégio não se deparam com o mesmo conteúdo de referência que possuíam anteriormente, por falta de um currículo escolar unificado. 

Além disso, os estudantes, conforme já mencionado, terão a oportunidade de aprofundar seus conhecimentos naquilo que mais se aproxima de seus interesses e habilidades, não se limitando apenas às aprendizagens comuns obrigatórias que são estabelecidas pela Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

A possibilidade de ter mais horas de estudo à disposição também é uma das principais mudanças do Novo Ensino Médio. Desta forma, estudantes e também professores poderão passar mais tempo desenvolvendo atividades e aprendizagens necessárias, sem que seja algo maçante, focado única e exclusivamente na Base Comum Curricular, mas sim em outros aspectos que também são considerados importantes pelos estudantes. 

Em resumo, podemos considerar que uma das principais mudanças no Novo Ensino Médio é o foco e atenção voltada ao aluno. O projeto proporciona aos estudantes a oportunidade de desenvolver habilidades como, por exemplo, cooperação, argumentação, saber defender suas ideias, entender e desenvolver habilidades com tecnologias, além de conseguir analisar e compreender melhor o mundo ao seu redor, praticando principalmente a habilidade de respeitar.

O objetivo principal dessas mudanças é reverter o contexto de estagnação educacional na qual o ensino médio encontra-se hoje no Brasil, o qual não se conecta em sua totalidade com o mundo e com a realidade atual dos estudantes.

Quais disciplinas serão obrigatórias no Novo Ensino Médio?

A Base Nacional Comum Curricular estabelece as aprendizagens necessárias que todo estudante brasileiro tem o direito de desenvolver. Além destas, as escolas terão autonomia para incluir e desenvolver novas atividades e projetos que tenham relação e que melhor se adaptem à sua realidade local.

A BNCC estabelece como conhecimentos obrigatórios o estudo das seguintes disciplinas: Língua Portuguesa, Matemática, Biologia, História, Geografia, Física, Química, Educação física, Artes, Sociologia, Filosofia e Inglês. 

A mudança no Ensino Médio vale apenas para escolas públicas?

Como a Base Nacional Comum Curricular estabelece o currículo de referências da educação básica para todas as escolas do país, públicas e particulares, seria inviável que o Novo Ensino Médio valesse apenas para escolas públicas. É uma medida válida tanto para escolas públicas e particulares.

Vale ressaltar ainda que o Novo Ensino Médio oferecerá cinco áreas para que os alunos possam se aperfeiçoar, sendo elas Ciências Humanas, Ciências da Natureza, Linguagens, Matemática e Formação Técnica e Profissional. As escolas não serão obrigadas a oferecer as cinco áreas aos alunos, mas devem oferecer pelo menos uma delas.

É importante lembrar ainda que a nova lei do Ensino Médio não estabelece que todas as escolas de ensino médio passem a oferecer o ensino integral, entretanto, o objetivo é que progressivamente as matrículas em tempo integral sejam ampliadas para maior eficiência do programa. 

Dessa forma, o Novo Ensino Médio é um projeto que está em processo de planejamento e implementação no país, uma vez seria praticamente impossível todas as redes implementarem as mudanças de uma só vez. A estimativa é que o ensino médio comece a mudar e implemente todas as mudanças de forma gradual até 2024.

Referências utilizadas:

[1] Sistema de Ensino Positivo – Acesso em 15/11/2019.

[2] Portal do MEC: Perguntas e respostas sobre o Novo Ensino Médio – Acesso em 15/11/2019.

[3] Portal do MEC: O Novo Ensino Médio – Acesso em 15/11/2019.

Ensino Médio - do 1ª e 2ª séries

Ensino Médio – do 1ª e 2ª séries

No Ensino Médio os desafios são ainda maiores. As atividades desenvolvidas, assim como o material didático utilizado, estão voltados aos vestibulares, ENEM e outros concursos. O Ensino Médio do Colégio Geração garante aos alunos uma base sólida de aprendizagem, excelente estrutura de ensino-aprendizagem, oportunidades para testar e aprofundar seus conhecimentos e desenvolver a confiança necessária para ingressar no Terceirão.

Conheça nosso projeto pedagógico para alunos do Ensino Médio →

22/11/2019
Fernando Barcellos