Produtividade nos estudos: 5 dicas incríveis para ir bem no Enem

Imaginar um dia de produtividade nos estudos parece distante para muitos estudantes, mas é necessário e possível. Com o Enem batendo na porta, é hora de planejar seus estudos e dedicar-se. Afinal, há muito o que revisar!

Antes de começar a preocupar-se com a quantidade de conteúdo, tenha calma, organize-se e então comece sua rotina de estudos. Quando nos cobramos demais acabamos dando lugar à ansiedade e ao medo, perdendo o foco e a concentração com muita facilidade.

Ter produtividade nos estudos é uma tarefa simples, mas que no início pode não parecer, até você engrenar e as coisas fluírem naturalmente, demora um pouco. É para isso que estamos aqui hoje, para explicar como a produtividade funciona e dar dicas incríveis de estudo para você se sair bem no Enem 2019. Aproveite as dicas para usá-las também para estudar no dia a dia.

Vamos começar?

O que é produtividade?

Antes de apresentar as dicas, vamos entender o que de fato é produtividade? O que é ser produtivo? Você realmente sabe? Ter produtividade nos estudos é muito mais que sentar, abrir os livros e grifar textos. Estar sempre ocupado também não é sinônimo de produtividade.

Produtividade é quando fazemos algo com qualidade e que gera resultado. É gerenciar e aproveitar melhor nosso tempo. Vamos a um exemplo prático: sabe quando você planeja estudar para uma disciplina, senta-se para dedicar-se a ela, e nem repara o tempo passar? E ainda assim, percebe que seu objetivo foi alcançado? Pois é, isso quer dizer que você teve produtividade nos estudos.

Para ter momentos de estudo mais produtivos, vamos apresentar algumas dicas. Assim você atinge suas metas de estudo e o melhor: alcança sucesso na nota do Enem 2019. Vamos às dicas!

Dicas básicas para ter produtividade nos estudos

Para conseguir mais produtividade nos estudos você pode começar seguindo algumas dicas, confira:

→ Tenha um espaço para estudo – com nossa capacidade de educar o cérebro, ter um local para estudar é uma forma de criar momentos mais produtivos, pois podemos educar nossa mente de que aquele é o momento apropriado para focar nos estudos, melhorando assim nossa concentração;

→ Mantenha o foco – manter o ambiente limpo e organizado evita distrações. Assim como deixar os dispositivos eletrônicos distantes do ambiente de estudo ou no modo silencioso. Assim você evitará aquele sentimento de ansiedade para checar as notificações;

→ Tenha qualidade de sono e alimentação – noites de sono com qualidade influenciam diretamente em nosso desempenho nos estudos, memorização de conteúdo e atenção. Da mesma forma com a alimentação, que também possui forte influência sobre nosso corpo e mente.

Alimentos como frutas vermelhas, peixe, chocolate amargo e cereais são ótimos aliados para a memória. Lembre-se: sono e alimentação trabalham juntos, por isso procure manter uma rotina saudável;

Leia nosso post sobre a importância do sono para o aprendizado!

→ Pratique exercícios – a prática de exercícios deve fazer parte da rotina de todo estudante. Tanto pelos benefícios ao estudar, quanto por diversos outros para a saúde e desenvolvimento, como prevenção ao sedentarismo e a obesidade, além de auxiliar nas atividades motoras e por aí vai.

Saiba como incentivar seu filho a prática de esportes!

Agora que você está ciente dos passos importantes citados acima, vamos às dicas incríveis para ter produtividade nos estudos!

Dicas incríveis para ter produtividade nos estudos

1 – Plano de estudos

Preparar seu plano de estudos é uma forma eficiente de manter-se atento ao que precisa ser estudado. Com um sistema de check list, é possível controlar melhor as matérias que já foram estudadas e o que ainda precisa ser revisado. Montar seu plano de estudos é como ter um cronograma de tarefas que precisam ser realizadas, oferecendo organização e praticidade.

Para criar seu plano de estudos, comece identificando todo o conteúdo que será cobrado na prova, determine o tempo diário de estudo que você deseja e quanto tempo será necessário para estudar (semanas, meses…). A partir daí distribua o conteúdo de forma que não fique maçante. Ao finalizar esse processo seu plano de estudos estará pronto e, a partir de então, seu objetivo será colocá-lo em prática.

2 – Técnica Pomodoro

Estudar por horas seguidas torna-se cansativo. Com isso, é comum o estudante ficar estressado, perder a concentração e a vontade de continuar estudando. A Técnica Pomodoro é uma alternativa para evitar esse tipo de acontecimento.

A técnica consiste em intercalar tempo de estudo e tempo de descanso da seguinte forma: programe 25 minutos, pode ser no celular, relógio, ou no dispositivo que preferir. Esses 25 minutos serão direcionados para realizar uma tarefa, que no caso é estudar. Esse tempo deve ser aproveitado com toda atenção, ou seja, sem interrupções ou distrações.

Passados esses 25 minutos, você terá direito a 5 minutos de intervalo. Intervalos curtos são indicados para evitar o cansaço mental do estudante. Nesse intervalo, é indicado que você utilize para levantar um pouco, caminhar ou se alongar. Ao final do intervalo, outro intervalo de estudo se inicia.

Esse ciclo de estudo – pausa – estudo… é chamado de Pomodoro. O método é simples e dura duas horas.

A cada Pomodoro realizado (duas horas), você tem direito a um intervalo de 30 minutos. E assim sucessivamente. Simples, não acha? Essa é uma ótima técnica para obter mais produtividade nos estudos.

3 – Memorização

Evite utilizar seu tempo para ficar lendo e relendo o conteúdo. Ler repetidamente a mesma coisa faz com que você tenha a falsa sensação de que memorizou o conteúdo. Isso pode resultar na segurança de que lembrará da informação quando for preciso, o que tem grandes chances de falhar.

Utilize formas distintas de estudo para ampliar seu desenvolvimento cognitivo. Uma das técnicas de estudo mais eficiente é a “recordação ativa”. Estudar com essa técnica é muito simples: leia o conteúdo a ser estudado, feche o livro e recite em voz alta o que aprendeu em sua leitura. Isso faz com que consigamos compreender o tema de forma mais eficiente, memorizando o conteúdo para quando for necessário.

4 – Ensine

Já ouviu aquele ditado “É ensinando que se aprende”? Não é de hoje que ouvimos falar que ensinar é uma ótima forma de aprender, pois de fato é. Quando tiver a oportunidade, procure inverter os papéis. Passe de aluno para professor. Ensine algum colega e aprenda junto.

Costumamos ver o quanto sabemos quando tentamos explicar a matéria para alguém. Teste seus conhecimentos, assim saberá se conseguiu memorizar o conteúdo ou se é preciso estudar um pouco mais.

5 – Associação e mapa mental

Para conseguir maior produtividade nos estudos é preciso entender como nosso cérebro funciona e aqui vai uma dica chave para auxiliar a memorização de tanto conteúdo. Fazer associações da matéria estudada é uma ótima forma de memorizar o que você precisa.

Essa associação pode ser com imagens, coisas do dia a dia, com frases, ou até uma música. O que não faltam são opções para associação. Além disso, realizar mapas mentais durante seu estudo é outro caminho para memorização do conteúdo. Fazer uma ramificação dos temas ajuda a compreender e memorizar vários assuntos ao mesmo tempo.

Ao colocar as dicas apresentadas em prática e dedicando-se aos estudos, não há dúvidas de que você terá mais produtividade e colherá os resultados em suas notas.

Nos acompanhe no Facebook!

26/04/2019
Jade Zart